20 maiores gestoras de fundos americanas controlam um terço dos activos globais

Custos e fragmentação do mercado europeu limitam crescimento das gestoras do continente.

As 20 maiores gestoras de fundos americanas controlam cerca de 35% dos activos globais sob gestão, mais do dobro face aos 14% geridos pelos 20 maiores players europeus.

De acordo com o ‘Financial Times’, muitas das maiores gestoras de fundos europeias são subsidiárias de bancos ou seguradoras e normalmente vendem produtos “dentro de portas”, através de canais de distribuição confinados às fronteiras dos seus países. A sua capacidade de expansão está ainda limitada devido à fragmentação dos mercados financeiros europeus.

Além disso, os custos de distribuição são mais elevados na Europa, reduzindo as margens de lucro e a capacidade dos gestores de investir em pesquisa e desenvolvimento de produto. Segundo a agência de rating Moody’s, citada pelo ‘Financial Times’, «os lucros mais baixos e a fragmentação do mercado não deixaram as gestoras de fundos europeias alcançar a escala das rivais americanas».

As famílias americanas são ainda mais propensas a assumir riscos de investimento, tendo apenas 10% das suas poupanças em depósitos bancários, ao contrário dos europeus, com um valor que ascende aos 40%.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Volvo vai lançar um carro eléctrico por ano
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?