Batatas fritas geram discórdia entre a UE e a Colômbia

Bloco europeu vai apresentar queixa formal contra a Colômbia.

A União Europeia vai apresentar uma queixa formal contra a Colômbia junto da Organização Mundial do Comércio devido à aplicação de tarifas punitivas nas importações de batatas fritas congeladas.

De acordo com Cecilia Malmstrom, comissária europeia do Comércio citada pela agência Reuters, o país sul-americano terá imposto tarifas suplementares de até 8% nas importações deste produto, proveniente da Bélgica, Holanda e Alemanha, por considerar que entram no mercado colombiano com preços artificialmente baixos.

Para a comissária europeia não existe justificação para esta punição que é prejudicial para as empresas europeias. «Encetámos diferentes esforços para conversar com a Colômbia nos últimos dois anos, mas não recebemos uma resposta satisfatória e foi por isso que decidimos dar este passo para proteger a nossa indústria», justificou.

Segundo a Reuters, embora o total das exportações deste produto para a Colômbia não sejam muito significativas no seu todo – um total de 25 milhões de euros por ano – tem um simbolismo adicional para a Bélgica, que alega ter inventado a batata frita “french fry”.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan