BCE compra dívida no valor de 30.153 milhões com programa de emergência

O BCE criou, recentemente, um novo programa de compras de emergência para travar o impacto económico da pandemia, com uma dotação total de 750 mil milhões de euros até ao final de 2020.

O Banco Central Europeu (BCE) comprou na semana passada dívida pública e privada da zona euro no valor de 30.153 milhões de euros com o programa de emergência lançado devido à pandemia de covid-19.

O BCE informou hoje que as aquisições no âmbito do anterior programa de compra de ativos alcançaram quase 4.000 milhões de euros, uma quantia menor do que registada nas semanas precedentes (23.625 milhões de euros na semana anterior) e no total as aquisições de dívida ascendem a 2,680 biliões de euros.

O BCE criou, recentemente, um novo programa de compras de emergência para travar o impacto económico da pandemia de covid-19, com uma dotação total de 750 mil milhões de euros até ao final de 2020.

Estes 750 mil milhões de euros surgem por acréscimo aos 120 mil milhões de euros que o BCE anunciou anteriormente e aos 20 mil milhões de euros de ativos que compra mensalmente desde novembro.

No passado dia 26, o BCE indicou que começou as compras de dívida, mas modificando os limites que tinha estabelecido anteriormente e que o impediam de comprar mais de um terço da dívida de um país.

Num documento publicado na ocasião, o BCE explicou que as circunstâncias excecionais em que este novo programa surge, devido à pandemia de covid-19, “exige um alto grau de flexibilidade na sua conceção e aplicação”, em comparação com o anterior programa de expansão quantitativa, não tendo os mesmos objetivos de política monetária.

O vencimento dos títulos públicos que serão adquiridos vai dos 70 dias até 31 anos.

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Directora de Marketing da TAP: «As companhias vão ajustar-se. Não tenho dúvidas»
Automonitor
VLV: O primeiro Peugeot elétrico que se estreou em… 1941