BCE quer cartão de pagamentos europeu

Dependência de utilização de cartões criados fora da UE representa riscos, afirma Benoît Cœuré.

O Banco Central Europeu instou a Europa a avançar para a criação de um sistema de pagamentos pan-europeu, para evitar os riscos associados à dependência dos sistemas criados noutros mercados.

Benoît Cœuré, membro do Conselho Executivo do BCE, reconheceu, citado pelo site ‘Cinco Días’, que embora se tenham registado avanços para criar as bases estáveis para este novo sistema de pagamentos, isso não se traduziu em resultados notáveis a nível comunitário. «A Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA) permite que os mesmos sejam processados entre diferentes países com o mesmo custo, eficiência e segurança do que as transacções realizadas a nível nacional», afirmou.

Contudo, adianta, «estes progressos não se refletiram nos serviços de pagamentos para os cidadãos, já que permanecem fragmentados sem uma solução a nível europeu para os pontos de venda físicos ou online». Para o membro do BCE deveria existir um cartão de pagamentos a nível europeu, lamentando ainda que em dez países da UE não sejam aceites os cartões do resto dos países-membros.

Estas condicionantes impulsionaram a utilização de cartões e formas de pagamento criadas por países não pertencentes à UE e, consequentemente, ao surgimento de uma série de riscos, como as criptomoedas não testadas previamente.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan