Comércio mundial de bens com crescimento abaixo da média, diz OMC

Barómetro da OMC apresenta ligeira melhoria, mas permanece muito abaixo do valor de referência, devido a tensões globais.

O comércio mundial de bens deverá permanecer abaixo da tendência no quarto trimestre deste ano, de acordo com o último Barómetro do Comércio de Bens, publicado pela Organização Mundial do Comércio.

A leitura de 96,6 do indicador representa uma ligeira melhoria face aos 95,7 registados em Agosto, mas permanece bem abaixo do valor de referência do índice de 100, o que sinaliza um crescimento abaixo da média, refere a OMC.

De acordo com o barómetro, que divulga informação “em tempo real” sobre a trajectória dos volumes mundiais do comércio de bens, alguns componentes estabilizaram desde Agosto, enquanto outros permanecem numa direcção descendente, o que reflete, segundo a OMC, o aumento das tensões comerciais e das tarifas em sectores-chave.

Os índices para os pedidos de exportação (97.5), produtos automóveis (99.8) e transporte de contentores (100.8) fortaleceram-se enquanto tendência, enquanto os índices para o transporte aéreo de mercadorias (93.0), componentes electrónicos (88.2) e matérias-primas (91.4) se deterioraram ainda mais.

A OMC reviu em baixa as expectativas para o crescimento do comércio para este ano, de 2,6% em Abril para 1,2% em Setembro, devido ao abrandamento do crescimento económico, ao aumento das tarifas, às incertezas relacionadas com o Brexit e à mudança de posição nas políticas monetárias nas economias desenvolvidas.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan