Credit Suisse elege setores a investir para descarbonizar a economia

Os principais setores nos quais essa tendência de investimento está focada são a produção de eletricidade sem carbono, o transporte, os pioneiros da mudança no setor de petróleo e gás e a agricultura ou a produção de alimentos.

O Credit Suisse vê potencial de investimento de longo prazo em empresas que contribuem para a transição para uma economia global menos intensiva em carbono e acrescentou mudanças climáticas às super-tendências de investimento com “alta convicção”.

Os principais setores nos quais essa tendência de investimento está focada são a produção de eletricidade sem carbono, o transporte, os pioneiros da mudança no setor de petróleo e gás e a agricultura ou a produção de alimentos.

“A recente desaceleração económica causada pela pandemia da covid-19 reduziu significativamente as emissões de gases de efeito estufa em várias regiões, o que é um sinal claro do que pode ser alcançado no futuro, criando uma economia global livre de carbono e muito mais. sustentável “, afirmou a empresa em declarações ao ‘Expansion’.

O banco mantém a atualização a outras cinco tendências apresentadas em 2017: lacuna de infraestrutura, mudança demográfica, tecnologia a serviço do homem, valores ‘milenares’ e capitalismo inclusivo.

Em relação às questões-chave dos valores dos ‘millennials’, a empresa incluiu o consumo responsável e a abordagem ambiental, social e de boa governança (ESG) em toda a seleção de ações, juntamente com saúde ou alimentos sustentáveis.

Destacam-se ainda as previsões do Credit Suisse que apontam para que os gastos com infraestruturas estejam prestes a entrar em uma fase de expansão. “A expectativa de taxas de juros mais baixas, e às vezes até negativas, por um longo período deve fornecer um estímulo adequado ao investimento”, reforçou.

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Eventos digitais: tendências, vantagens e preocupações
Automonitor
Covid-19: SEAT doa 100 mil euros para projeto #YoMeCorono