Crescimento económico global dependente do acordo entre EUA e China

Aumento do investimento e das trocas comerciais estagna com impasse na guerra comercial entre os dois blocos.

O crescimento do investimento e do comércio actualmente dependem de um acordo entre os EUA e a China, afirmou o secretário-geral da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) à ‘CNBC’.

De acordo com Angel Gurria, na terça-feira, «o Presidente Donald Trump fez uma apresentação no Economic Club e basicamente afirmou “sim, talvez estejamos próximos de um acordo com a China” – estamos a apostar nisso».

«O ritmo de crescimento do comércio caiu de 5,5% em 2017 para a estagnação. De facto, talvez enquanto falamos, o comércio esteja negativo, a contrair-se. O investimento – em consequência da incerteza – passou de um crescimento de 5% para cerca de 1% agora e está a abrandar ainda mais», acrescentou. «Portanto, o crescimento caiu vertiginosamente num curto período de tempo.»

A OCDE reviu em Setembro, em baixa, as perspectivas de crescimento económico global para este ano, estimando um aumento de 2,9% – face aos 3,2% previstos em Maio –, o mais baixo desde a crise económica e financeira. Para o próximo ano, é esperado um crescimento de 3%, abaixo dos 3,4% previstos anteriormente.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan