Dona da Google prestes a entrar no clube das empresas multimilionárias de Wall Street

A empresa detentora da Google está prestes a atingir o valor de mercado recorde de um bilião de dólares, um feito apenas conseguido por outras três empresas.

A Alphabet, principal detentora da Google, está prestes a ultrapassar o seu valor de mercado, atingindo pela primeira vez um número de nove digitos – um bilião de dólares –  podendo vir a tornar-se na quarta empresa de tecnologia a conseguir o feito.

Atualmente, o valor de mercado da Google situa-se nos 985 mil milhões de dólares, a 1% do valor de um bilião, uma vez que Wall Street considera que a empresa terá outro trimestre de fortes vendas de publicidade, quando anunciar os ganhos em fevereiro.

As vendas do Google crescem hoje tão rapidamente como há dez anos, as receitas da empresa, considerada uma das maiores da tecnologia, registam um crescimento de cerca de 20%, apesar de as suas vendas de 160 mil milhões de dólares, serem o equivalente a mais de cinco vezes o nível observado em 2010.

O crescimento contínuo da Google na última década, deve-se à força do seu principal negócio de publicidade, aquisições de importante valor, como o Youtube e expansão para outras áreas de rápido crescimento.

As ações da Google retornaram 26% em 2019, subindo quase 5% em 2020. Esta subida contínua deve-se a uma mudança histórica de liderança, no mês passado, em que o novo CEO, Sundar Pichai, assumiu o cargo.

Apple, Microsoft e Amazon são as mais valiosas

A Apple foi a primeira empresa pública a ultrapassar um valor de mercado de um bilião de dólares, em agosto de 2018. Com as suas ações a retornar 86% em 2019, a empresa continuou a avançar, conseguindo um valor de mercado atual de 1,36 biliões de dólares.

De seguida vem a Microsoft, tendo atingindo a marca de um bilião no primeiro semestre de 2019, tornando-se assim na segunda entidade a superar esse valor. Atualmente vale 1,23 biliões de dólares.

A Amazon também ultrapassou o valor de mercado do bilião de dólares em 2018, mas acabou por cair, estando atualmente nos 934 mil milhões de dólares.

O Facebook, apesar de ainda não ter atingido a tão esperada marca, tem crescido substancialmente ao longo dos anos, atingindo novos recordes em 2019, contabilizando um valor de 622 mil milhões de dólares.

De relembrar que todas as empresas de tecnologia mencionadas são ainda menores relativamente à Saudi Aramco, uma petrolífera gigante da Arábia Saudita. O seu valor de mercado atual é de 1,87 biliões de dólares, ficando ainda aquém da avaliação originalmente procurada pelo príncipe Mohammed Bin Salman, de dois biliões, ultrapassando largamente as empresas americanas, Apple, Microsoft e Google.

 

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Usados Renault Trucks em campanha