Empresa com maior crescimento bolsista do mundo afunda 98% com alerta

Oscilações estranhas no mercado bolsista de Hong Kong levantam suspeitas sobre empresas de grande crescimento.

A ArtGo Holdings, uma empresa de extracção de mármores chinesa cujo valor disparou 3800% este ano na Bolsa de Hong Kong, perdeu praticamente todo o valor de mercado depois da MSCI Inc ter desistido dos planos de a incluir no seu conjunto de índices.

De acordo com a agência ‘Bloomberg’, a fornecedora global de ferramentas de suporte à decisão de investimento, que publica os índices MSCI BRIC, MSCI World e MSCI EAFE, indicou que não vai avançar com a inclusão da ArtGo depois de ter realizado «análises e de ter obtido feedbacks adicionais dos participantes do mercado sobre a investibilidade» nesta empresa.

A reacção do mercado não se fez tardar e a capitalização bolsista da ArtGo – que até então tinha registado os maiores ganhos do mundo entre as empresas com uma capitalização de mercado de, pelo menos, mil milhões de dólares –, caiu 98%, ou 5,7 mil milhões de dólares, em minutos, antes de as acções serem suspensas no mercado de Hong Kong.

Segundo a agência, o crescimento exponencial da ArtGo foi o mais recente de uma longa lista de oscilações extremas e inexplicáveis em Hong Kong, que levaram alguns investidores a pedir à MSCI e a outros agregadores de índices para ajustarem os critérios de triagem para eliminar essas acções.

A MSCI já tinha sido criticada por incluir a chinesa Ding Yi Feng Holdings nos seus índices depois da cotação da empresa ter aumentado 8500% num período de cinco anos, embora reportasse prejuízos operacionais frequentemente. As acções acabaram por ser suspensas da Bolsa de Hong Kong pelo regulador do mercado, que adiantou estar a investigar negociações suspeitas na empresa, refere a ‘Bloomberg’.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan