Endividamento do sector não financeiro volta a crescer em Setembro

O endividamento do sector não financeiro português voltou a crescer pelo segundo mês consecutivo, situando-se em Setembro nos 725,8 mil milhões de euros.

De acordo com dados do Banco de Portugal publicados esta quinta-feira, o endividamento aumentou face a Agosto em 1,9 mil milhões de euros, para 725,8 mil milhões de euros, motivado pelo acréscimo de 1,7 mil milhões de euros no endividamento do sector privado e de 200 milhões de euros no endividamento do sector público.

Do total apurado em Setembro, 319,9 mil milhões de euros dizem respeito ao sector público e 405,9 mil milhões de euros ao sector privado.

O BdP indica que o crescimento do endividamento do sector privado resultou, sobretudo, «do incremento do endividamento das empresas privadas face ao exterior, na ordem dos 1,5 mil milhões de euros. Adicionalmente, o endividamento dos particulares face ao sector financeiro aumentou 200 milhões de euros».

Já a subida do endividamento do sector público traduziu-se, principalmente, no acréscimo do endividamento face ao exterior em 1,1 mil milhões de euros, parcialmente compensado pela diminuição do endividamento face ao sector financeiro (800 milhões de euros).

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan