Endividamento do sector público aumenta. Privado mantém.

Endividamento do sector não financeiro em Agosto deste ano cresce 400 milhões de euros.

O endividamento do sector público deu o maior contributo para o aumento do endividamento do sector não financeiro em Agosto deste ano face a Julho.

De acordo com uma nota de informação estatística publicada hoje pelo Banco de Portugal, “o endividamento do sector não financeiro aumentou 0,4 mil milhões de euros, devido ao aumento do endividamento do sector público, já que o endividamento do sector privado manteve-se o valor idêntico”.

O endividamento do sector não financeiro situava-se em 724 mil milhões de euros em Agosto, dos quais 319,8 mil milhões de euros respeitavam ao sector público e 404,2 mil milhões de euros ao sector privado.

O BdP adianta que o aumento do endividamento do sector público traduziu-se, sobretudo, “no incremento do endividamento face ao exterior, parcialmente compensado pela diminuição do endividamento face às próprias administrações públicas, às empresas e ao sector financeiro.

Já no sector privado assistiu-se a uma diminuição do endividamento das empresas privadas face ao sector financeiro, de 200 milhões de euros, compensada pelo aumento do endividamento dos particulares face ao mesmo sector, em 200 milhões de euros.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan