Excesso de oferta de lítio obriga produtoras a refrear planos de expansão

Descida dos preços leva empresas a rever lucros em baixa este ano.

Várias produtoras mundiais estão a abrandar os planos de expansão da exploração de lítio, porque o excesso de oferta a médio prazo vai reflectir-se na descida do preço do mineral.

De acordo com a Canaccord Genuity, citada pela agência Reuters, a oferta global de lítio já é 5% à procura.

Ainda assim, a procura deverá mais do que triplicar até 2025 devido aos planos de produção de frotas inteiras de veículos eléctricos por parte das fabricantes de automóveis.

«O problema do lítio é que a taxa de crescimento é tão elevada que quando os produtores têm excesso de produção, têm excesso de produção em grande escala», afirmou um analista à agência.

A Reuters acrescenta ainda que os accionistas das mineiras de lítio não querem repetir os erros cometidos por investidores iniciais, como os que apostaram no petróleo e gás de xisto nos EUA, e que deram prioridade ao crescimento da produção ao invés do cash flow. Dez anos depois do boom, algumas delas não são lucrativas.

A Albemarle, maior produtora de lítio do mundo, reviu em baixa as previsões de vendas e lucros para este ano, devido à descida constante dos preços deste mineral.

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan