Gigante do mobiliário alvo de investigação por fuga ao fisco

Acordo com fisco holandês terá permitido a redução do pagamento de mil milhões de euros em impostos pela Inter Ikea.

A Comissão Europeia deverá impor à Inter Ikea, casa-mãe da Ikea, a devolução de milhões de euros em impostos à Holanda.

A decisão, que deverá ser tomada ainda antes do final do ano, de acordo com fontes próximas do processo ouvidas pela agência ‘Reuters’, surge na sequência de uma investigação formal iniciada em 2017 referente aos acordos fiscais entre a Ikea e o governo holandês.

Para a investigação foi considerado um documento de 2016 do partido Os Verdes, apresentado no Parlamento Europeu, em que se estimava que o fisco holandês permitiu à Ikea a redução do pagamento de impostos no valor de mil milhões de euros entre 2009 e 2014.

De acordo com a Reuters, a situação é complexa porque a Ikea não está cotada em Bolsa, pelo que a informação disponível é limitada.

A Inter Ikea informou ontem que «tal como todas as empresas que trabalho debaixo da insígnia Ikea, a Inter Ikea Systems BV compromete-se com o pagamento de impostos segundo as leis e as regulamentações» dos mercados onde opera.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan