HMG torna-se a 1.ª PME agrícola a lançar um empréstimo obrigacionista

Com quase dois séculos e meio de existência, a Herdade Maria da Guarda (HMG), em Serpa, destina toda a sua produção à exportação, tendo a Itália como principal mercado e os EUA desde 2019.

Com o objetivo de financiar as novas plantações de olivais e a aquisição de terra feitas no decorrer do último ano, substituindo o financiamento bancário, a Herdade Maria da Guarda, uma Pequena e Média Empresa (PME) exclusivamente agrícola, solicitou ao Millennium BCP a organização e montagem de uma emissão de obrigações feita em colocação privada (Private Placement), dedicada apenas a investidores profissionais.

A emissão, segundo esclarece a HMG, em comunicado, é de 2,5 milhões de euros e foi emitida com desconto de 4%, pagando um juro de 1% ao ano.

Sobre esta operação, João Cortez de Lobão, proprietário da Herdade Maria da Guarda, avançou que já tem pedidos de subscrição superiores ao montante de obrigações disponível, mas assegura que “mesmo havendo muitas solicitações não pretendemos aumentar a emissão, que funcionará apenas como um teste ao mercado”, conclui.

Atendendo a que a HMG converteu a propriedade com cerca de 700 hectares, que há décadas estava dedicada a culturas anuais de sequeiro e empregava apenas dois colaboradores, numa unidade que emprega hoje perto de 40 pessoas, o responsável sublinha ainda que “este de facto é um setor que com a mecanização e investimento criou milhares de postos de trabalho estáveis no interior, atraindo jovens e retendo talentos”.

Daí que, reitera João Cortez de Lobão, “a possibilidade de rega e o esforço da inovação demonstrem que o setor em Portugal soube criar uma vaga de empresários agrícolas de referência mundial”.

 

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Eventos digitais: tendências, vantagens e preocupações
Automonitor
Covid-19: SEAT doa 100 mil euros para projeto #YoMeCorono