Preço do petróleo afunda 20% em apenas duas semanas

Cessar-fogo entre Arábia Saudita e Yemen e retoma da produção fazem cair preço do Brent.

O preço do barril de Brent está próximo dos mínimos de há dois anos, apenas duas semanas e meia depois dos ataques com drones numa instalação da SaudiAramco na Arábia Saudita terem provocado a maior subida desde 1991, para 70 dólares.

A correcção para baixo foi motivada pela trégua geopolítica no Médio Oriente – a Arábia Saudita e o Yemen acordaram um cessar-fogo, o que impulsionado as vendas de petróleo por parte dos investidores – e pelo anúncio da petrolífera saudita de que a sua produção regressou aos níveis pré-ataque.

Mas a volatilidade ainda não terminou. De acordo com o jornal ‘Expansión’, a correcção acumulada desde o pico de 71,95 dólares que alcançou a 16 de Setembro chega aos 20%, degradando os ganhos de 10% acumulados desde o início do ano.

O abrandamento do crescimento económico mundial, os alertas de um possível Brexit sem acordo e a recente guerra comercial entre os EUA e a União Europeia pdoerá provocar novas oscilações no preço do Brent.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Volvo vai lançar um carro eléctrico por ano
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?