Próxima semana à lupa: Agosto arranca com um calendário económico forte

A primeira semana de agosto começa com a publicação dos índices de atividade PMI dos países como a Alemanha, Reino Unido e EUA.

A primeira semana de agosto começa com a publicação dos índices de atividade PMI dos países como a Alemanha, Reino Unido e EUA. O foco deverá recair ainda sobre os dados do mercado laboral nos EUA e a Reunião do Banco de Inglaterra e apresentação de resultados nos EUA.

PMI’s do sector industrial em destaque

Espera-se uma quebra num de um dos principais indicadores da economia alemã, o PMI do sector industrial. A confirmar-se a perspetiva negativa e juntamente com preocupações em torno de uma segunda vaga, poderá pressionar o mercado acionista alemão.

Já nos EUA espera-se uma recuperação do índice do PMI para 53,4.%, a primeira expansão desde Março. Este fator deverá melhorar o sentimento dos investidores.

Apresentação de resultados

Depois de uma fortíssima semana de resultados das Big tech, durante a qual o NASDAQ conseguiu aproximar-se de máximos históricos, os investidores sentem-se confiantes relativamente ao sector tecnológico. O foco deverá recair sobre a apresentação de resultados trimestrais de empresas como a Active Blizzard (ATVI) ou Uber.

A indústria de gaming tem vindo a ganhar força desde o início da pandemia e a Active Blizzard (ATVI) que desenvolve e distribui jogos como por exemplo a saga Call of Duty estará no centro das atenções e a expectativa é de que o EPS seja de $0.66 vs. $0.53 no Q2 2019. No último semestre adicionaram mais de 50 000 000 de jogadores tornando o jogo um dos mais bem-sucedidos de sempre.

A Uber (UBER) também irá apresentar os resultados na próxima semana. São esperadas perdas trimestrais de US $ 0,78 por ação, representando uma variação de ano a ano de + 83,5%. Espera-se uma receita de US $ 2,17 mil milhões, e uma queda de 31,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. As pressões a nível regulamentar e fiscais deverão continuar a preocupar os investidores, logo resultados negativos podem resultar numa correção da tendência altista que vinha a registar desde março.

Reino Unido – Decisão sobre Taxa de Juro

No próximo dia 6 de agosto, o Banco de Inglaterra (BOE) irá publicar a sua decisão sobre a taxa de juro de curto prazo, decisão essa que dependerá principalmente da perspetiva de crescimento e da inflação. Espera-se que a taxa se mantenha nos 0.10%, no entanto, qualquer alteração poderá criar grande volatilidade.

Taxa de Desemprego nos Estados Unidos

O mercado laboral nos EUA tem vindo a mostrar sinais de melhoria. A taxa de desemprego deverá cair para 10,3%, importa referir que em maio registram o pior valor desde a grande depressão e em julho já mostrava sinais de força. Estes dados serão divulgados na próxima sexta-feira dia 7 de agosto juntamente com os dados do NFP. Os analistas preveem uma quebra nos Non Farm Payrolls de 4.8k para 2,26k. Se se confirmar este registo podemos considerar que é uma oscilação residual, no entanto basta cair para valores negativos para podermos assistir a um grande pânico no mercado uma vez que significa que não houve criação de emprego.

Quando o surto de Covid-19 começou, os principais países da Europa, América do Norte adotaram uma combinação semelhante de políticas. No entanto os EUA parecem ter sido o pior país a implementar as medidas, comparando o Canadá que regista apenas 2800 casos de infeções por um milhão de habitantes versus 7800 casos por um milhão de habitantes nos EUA.

Apesar do otimismo da Administração os sentimentos têm-se vindo a deteriorar e com menos liquidez no mercado no mês de agosto podemos assistir a movimentos mais exagerados.

*Miguel Ciobanu, Analista XTB

Ler Mais
Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
8 em cada 10 consumidores mudaram a forma como pagam. Contactless é rei
Automonitor
Covid-19: SEAT doa 100 mil euros para projeto #YoMeCorono