Rumor faz soar alarmes das maiores gestoras de fundos norte-americanas

Fundos têm milhares de milhões de dólares em risco com exposição a empresas chinesas.

Os grandes gestores de fundos norte-americanos têm dezenas de milhares de milhões de dólares em acções de empresas chinesas em Wall Street, que poderão estar em risco se a Casa Branca decidir retirá-las do mercado de capitais do país.

Peter Navarro, conselheiro da Casa Branca, negou que a administração Trump esteja a equacionar essa acção, afirmando que são «fake news», revela a agência Bloomberg, depois de na passada sexta-feira terem surgido rumores de que o presidente norte-americano teria essa intenção.

Mesmo assim, só o facto de se ter levantado esta questão foi o suficiente para os investidores permanecerem cautelosos. «As medidas propostas minariam por completo o mercado dos ADR/GDR e lesariam o papel dos EUA enquanto canal para o capital internacional», afirmou um analista citado pela agência.

Algumas das maiores gestoras de fundos dos EUA, como a Blackrock, a T. Rowe Price Associates e o Vanguard Group, têm mais de 40 mil milhões de dólares investidos em empresas chinesas cotadas nas Bolsas dos Estados Unidos, de acordo com dados da Refinitiv.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Sporting CP: partilhar é o maior presente de todos
Automonitor
Renault lamenta morte do pai dos Dacia Kwid, Sandero e Logan